quinta-feira, 15 de abril de 2010

CHARGE: Proibido ouvir rádio???



Grupo quer cobrar royalties sobre músicas tocadas na oficina.
'É uma loucura total', disse o mecânico Len Attwood, de 61 anos.

O mecânico Len Attwood, de 61 anos, não pode escutar músicas enquanto está trabalhando em sua oficina, em Witham (Reino Unido), a não ser que pague 44 libras (cerca de R$ 150) à sociedade dos direitos relativos à difusão de obras musicais e sua reprodução mecânica, segundo o jornal "Daily Telegraph".
Len Attwood disse ao jornal que foi informado pelo grupo que cobra royalties quando uma música é tocada em público que não poderia ligar os rádios dos carros que estavam na oficina para conserto, pois não tem licença para ouvir músicas no local.
O mecânico contou que foi forçado a colocar um aviso para os clientes desligarem o rádio quando se dirigissem para a oficina. "É uma loucura total", disse. "As emissoras de rádio pagam para tocar as músicas e nós temos de pagar para ouvi-la", questionou Attwood.



Attwood tem uma oficina em Witham há 31 anos e, segundo ele, seus três empregados trabalham ouvindo o rádio. No entanto ele descartou pagar por uma licença para que possa continuar a escutar músicas durante o trabalho. "Isso é estúpido", disse.



É UMA COMÉDIA UM NEGÓCIO DESSE, O CIDADÃO DE BEM TÁ FICANDO COM POUQUÍSSIMOS DIREITOS. ISSO DEFINITIVAMENTE É MUITO ESTRANHO!!!

AMANHÃ TEM MAIS LOUCURA, NÃO PERCAM!!!

7 comentários:

Principe Encantado disse...

Caramba kaka Mais é cada uma que aparece.
Abvraços forte

Venusiana disse...

Tem q rir pra não chorar, rs

Eduardo Montanari disse...

Realmente é uma cousa tragicômica isso. Até parece que as autoridades fazem de propósito pra tirar uma com a cara das pessoas. Se essa moda pegasse aqui, o povo faria uma revolução.

Roniel A. disse...

Fala sério cara! Até parece piada... rsss Abraços. Roniel.

Alexandre Lima disse...

Cada uma em Edvalter.

Um grande abraço.

Fátima disse...

Como assim!!!
Logo vamos ter que pagar até por existirmos, respirarmos e outras coisitas mais.
É o fim do mundo e do direito de existir.

Beijinho.

Valdecy Alves disse...

Olá!

Amigo blogueiro, veja matéria e fotos sobre a manifestação dos professores de todos os municípios do Ceará, nas ruas de Fortaleza, pelo piso e por um plano de carreira decente, ////acessar em: www.valdecyalves.blogspot.com

Pra vc o soneto da infidelidade ao professor, que fiz parodiando Vinicius de Moraes:

A todo professor sou desatento
Sempre, com zelo tal e tanto e tanto
Pois educar é o meu desencanto
Extinguir professor: meu pensamento!

Perseguirei a cada vão momento
Esteja onde estiver, qual seja o canto
Levarei cada um ao pior do pranto
Ao pior pesar, nenhum contentamento!

E assim mais tarde, quando me procure
Atrás do piso, dor de quem ensina
Da valorização que vou negar-te!

Do FUNDEB direi quanto à propina
Desvio não o total, posto que é parte
De toda corrupção, que sempre dure!